Cinesioterapia – O que é?

Categoria(s): Atividade física, Distúrbios neurológicos, Distúrbios osteoarticulares, Terapias complementares

Tratamento fisioterápico

A cinesioterapia é o tratamento das doenças articulares pelos meio de atividades físicas passivas e ativas, visando a recuperação das articulações e grupos musculares atingidos pela doença em sua fase crônica. Esta fase de reabilitação motora das osteoartrose é de fundamental importância para que a pessoa volte a ter uma vida social plena e sem limitações ou incapacidades. As orientações dos tipos de exercícios e intensidades dos mesmos devem ser assistidas e orientadas por uma médico fisiatra e por um fisioterapeuta, adequando os programa de exercícios as necessidades de cada pessoa, em que o esforço a ser imposto aos músculos e às articulações deve ser previamente determinado de acordo com a tolerância da pessoa e as condições do membro ou da região afetada.

Cinesioterapia passiva – a cinesioterapia passiva, realizada pelo fisioterapeuta, é uma da formas mais difundidas de terapia reabilitatória articular. Trata-se de alongamento estático passivo da musculatura antagonista da articulação, por um certo período. Antes da realização deste tratamento deve-se fazer uma aquecimento prévio da musculatura a ser trabalha pelo alongamento passivo, com a termoterapia superficial que servirá para relaxar a musculatura e tornar mais fácil a execução dos exercícios. A diatermia de ondas eletromagnéticas (ondas curtas e as microondas) e o ultra-som, utilizados na termoterapia profunda, estão contra-indicados os casos de osteoartroses.

Cinesioterapia ativa – A cinesioterapia ativa, realizada pela própria pessoa, é obrigatória em todos os programas fisioterápicos de reabilitação, em que os exercícios isométricos e o fortalecimento de grupos musculares são fundamentais. Assim, por exemplo, na osteoartrose do joelho é muito importante o fortalecimento dos músculos quadríceps, para combater a atrofia e evitar a instabilidade articular que podem levar a pessoa à quedas.

Tags: ,

Envio por Email Envio por Email




Deixe seu comentário:

Veja mais: