Esporão do calcâneo – Por que ocorre?

Categoria(s): Atuação Preventiva, Distúrbios Inflamatórios, Distúrbios osteoarticulares

Sintomatologia
calcâneo

O esporão do calcâneo é mais comum em indivíduos entre 40 e 60 anos, pode iniciar de forma insidiosa ou agudamente após trauma local ou uso excessivo do calcanhar (atletas, longas caminhadas), sapatos inapropriados ou não apresentar causa específica (idiopática). Os pacientes apresentam dor na área plantar do calcâneo, pior pela manhã ao colocar o pé no chão, sendo mais severa durante os primeiros passos, com melhora posterior e piora no final do dia. A dor é descrita como uma queimação, profunda, ocasionalmente lancinante e é o resultado de alterações degenerativas na origem da fáscia plantar e da periostite por tração do tubérculo medial do calcâneo. Com o passar do tempo e com o estresse repetitivo podem ocorrer microtraumas na origem da fáscia, gerando um processo inflamatório local, e posteriormente a imagem radiológica de um”esporão”.  Em resumo, o esporão do calcâneo é consequente de uma bursite (inflamação da bursa) que afasta o tendão de aquiles ou da fáscia plantar do osso calcâneo como ilustra a figura.

Medidas preventivas – No sentido de evitar ou melhorar os sintomas do esporão do calcâneo devemos tomar algumas medidas educacionais que auxiliam atingir o objetivo de controlar a dor do calcanhar, tais como: usar calcados adequados para absorver o impacto da marcha, tenis especiais para as corridas e longas caminhadas, evitar ficar na mesma posição (em pé ou sentado) por muito tempo, nas mulheres evitar subir e descer escadas com sapatos de salto alto, ou com sandálias baixas sem suporte adequado para os calcanhares, corrigir defeitos posturais

Tags: , , ,

Envio por Email Envio por Email




Deixe seu comentário:

Veja mais: