Doença de Crohn – Como se apresenta?

Categoria(s): Dicionário, Distúrbios digestivos, Distúrbios imunológicos, Distúrbios Inflamatórios

Aspectos clínicos

A doença de Crohn pode acometer todo o tubo digestivo, da boca ao ânus, tendo predileção pela região ileocolônica quando se expressa preferencialmente por febre baixa, diarréia, emagrecimento e anemia. A forma estenosante é a mais comum no intestino delgado proximal (jejuno) e a fistulizante em delgado e cólon, podendo inclusive comprometer os órgãos vizinhos, como bexiga, útero e vias urinárias. Acomete todas as camadas da parede intestinal, daí a denominação de transmural, e apresenta um caráter de descontinuidade (“em salto”).

Em cerca de 25% a 40% das vezes, a doença se apresenta de forma sistêmica, ou seja, comprometendo estruturas extra-intestinais, como pele, articulações, olhos, figado, etc.

A artralgia periférica é a manifestação sistêmica mais comum da doença. Pode ser poliarticular, simétrica ou assimétrica. Os pacientes apresentam fator reumatóide negativo e a artralgia relaciona-se à atividade inflamatória intestinal, melhorando junto com o controle da mesma. 10% dos pacientes com doença de Crohn pode apresentar alterações oculares como: epiesclerite, a esclerite e uveíte.

A doença de Crohn (DC) deve ser diferenciada de outros processos inflamatórios intestinais, entre eles as colites infecciosas, a colite isquêmica, outras moléstias como a doença de Behçet, tuberculose intestinal.

Veja mais sobre Doença de Crohn e outras doenças inflamatórias intestinais

Tags: , , , , , , ,

Envio por Email Envio por Email




Deixe seu comentário:

Veja mais: