Arquivo de 24/jul/2009

O que é doença de Whipple?

Categoria(s): Distúrbios digestivos


Dicionário

A doença de Whipple é uma doença infecciosa sistêmica, causada pela bactéria Tropherma whippleii, que acomete sobretudo o intestino delgado e sua drenagem linfática, mas também apresenta várias manifestações extraintestinais, semelhantes às encontradas na doença celíaca. Foi descrita pela primeira vez em 1907, por George Whipple, porém o agente causal só foi isolado em 1991, e 1992 se compreendeu plenamente a doença e sua resposta ao tratamento. A bactéria causadora, trophema whippleii é um novo tipo de actinomiceto, cujas seqüências de RNA ribossomial não se enquadraram com nenhum outro tipo de organismo.

Tags:


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Doença de Whipple – O que é?

Categoria(s): Distúrbios digestivos, Distúrbios Inflamatórios, Infectologia


Dicionário

A doença de Whipple é uma doença infecciosa sistêmica, causada pela bactéria Tropherma whippleii, que acomete sobretudo o intestino delgado e sua drenagem linfática, mas também apresenta várias manifestações extraintestinais, semelhantes às encontradas na doença celíaca. Foi descrita pela primeira vez em 1907, por George Whipple, porém o agente causal só foi isolado em 1991, e 1992 se compreendeu plenamente a doença e sua resposta ao tratamento. A bactéria causadora, Trophema whippleii é um novo tipo de actinomiceto, cujas seqüências de RNA ribossomial não se enquadraram com nenhum outro tipo de organismo.

Existem aproximadamente 700 casos descritos na literatura, muitos deles originário do estado americano de Connecticut. Os pacientes com esta doença exibem sinais característicos da síndrome de má-absorção, e outros sinais extraintestinais, como artrites. Os sintomas e sinais encontrados são: dor e distensão abdominal, diarréia, esteatorréia, anemia hipocrômica, glossite, hipotensão arterial, tosse crônica, tetania, pele amarronzada, amarelada ou cinzenta, ascite quilosa, linfadenomegalia, febre e edema.

Apesar de ser uma doença relativamente rara, deve constar da lista das doenças causadoras da síndrome de má-absorção. A biópsia do intestino delgado, cujas paredes encontram-se espessadas, permite confirmar o diagnóstico quando há suspeita da doença de Whipple. A presença de macrófagos cheios de lipideos e positivo à coloração pelo ácido periódico de Schiff, sela o diagnóstico. A microscopia eletrônica permite visualizar a bactéria (detalhe da figura).

Tratamento – O tratamento com antibioticoterapia (penicilina G e estreptomicina) conduzem a cura da doença. Na impossibilidade de usar penicilina, uma alternativa é a ceftriaxona. O trimetorpim-sulfametoxazol via oral por um ano, é usado no tratamento a longo prazo para prevenir recaídas.

Referencia:

Fredericks DN, Ralmen DA, Whipple’s disease. In: Blaser MJ, Smith PD, Ravdin JI, et al eds. Infections of the Gastrointestinal Tract. 2nd ed, Philadelphia, PA: Lippincott Willinas & Wilkins;2002:813-829.

Floch MH – Doença de Whipple, In Floch MH – Gastroenterologia de Netter, Artmed, Porto Alegre, 2007:388-390, Trad. Werneck A, Mendes PCRP.

Tags: , , , , , , , , , , ,


Veja Também: