Doença da pele: Vesícula – Como é o tipo da lesão?

Categoria(s): Dicionário, Distúrbios da pele, Distúrbios Inflamatórios, Infectologia

Aspecto dermatológico

herpes

Vesícula é uma coleção superficial de líquido seroso, sem natureza purulenta, com menos de 0,5 cm de diâmetro. Pode evoluir para pústula se houver infecção bacteriana sobre ela, como ocorre na varicela.

Quando localizada na região dos lábios pode sugerir herpes simples. No caso do herpes zoster (figura) a lesão inicial das vesículas seguem o trajevo do nervo cutâneo (metâmero) permitindo o diagnóstico  clínico. Lesões vesicobolhosas agrupadas sobre base eritematosa, seguindo trajeto de nervos, unilaterais.

Quadro Clínico

O Herpes-zoster tem um período de incubação de 7 a 12 dias, o início é rápido e com manifestações cutâneas características por vesículas agrupadas seguindo o trajeto de um nervo, unilateral, acompanhada ou precedida de dor neural e febre. Os dermátomos (são as áreas da pele inervadas por fibras provenientes de uma única raiz nervosa) mais acometidos são os: torácicos (55%), cranianos (20%), lombares (15%) e sacrais (5%).

Na face o ramo oftálmico do nervo trigêmio é o mais acometido, podendo levar a cegueira devido a possível queratite. O envolvimento dos ramos maxilar e mandibular pode expressar-se com lesões osteolíticas e dentárias.

Outras doenças se apresentam com vesículas, como: varicela, impetigo, escabiose e dermatite herpetiforme.

Tags: , , , , ,

Envio por Email Envio por Email




Deixe seu comentário:

Veja mais: