Doença da pele: Escama – Como é o tipo da lesão?

Categoria(s): Sem categoria

Lesão dermatológica

Psoríase

Escamas são alterações da pele caracterizada por uma camada de células cornificadas na superficie. A lesão é decorrente da descamação e queratinização exageradas da pele que podem levara um excesso de células epidérmicas mortas se soltando na superficie. Um bom exemplo desta lesão é a Psoríase uma dermatose crônica, recorrente, com uma clara associação com predisposição genética. A psoríase é caracterizada por anormalidades no ciclo de desenvolvimento da epiderme, levando a hiperproliferação da mesma, alteração na maturação das células cutâneas, alterações vasculares e inflamação. O ciclo normal da epiderme é de 21 dias e no caso da área com psoríase o ciclo chega a ser de apenas 7 dias.

A morfologia das lesões cutâneas é bastante variável. O aspecto clínico característico consiste de placas eritemato-infiltrativas-escamosas, bem delimitadas, muitas vezes confluentes, assintomáticas. As escamas são normalmente espessas, de aspecto prateado (veja imagem da lesão no cotovelo). À curetagem das lesões é observado o sinal da vela (branqueamento da lesão pelo descolamento das escamas) e, em seguida, o sinal de Auspitz, ou “orvalho sangrante” (gotículas hemorrágicas) correspondentes à proliferação da papila dérmica e dilatação dos vasos sangüíneos.

Esse tipo de lesão em escamas podem ser encontradas na escarlatina, pitiríase versicolor, doença de Kawasaki e síndromeda pele escaldada, além da psoríase.

Tags: , ,

Envio por Email Envio por Email




Deixe seu comentário:

Veja mais: