Arquivo de 13/dez/2009

Tinha da barba

Categoria(s): Distúrbios da pele


A tinha da barba é provocada por fungos do gênero Trichophyton e apresenta-se em três formas: a) tipo inflamatório, em que as lesões são inflamatórias e supurativas (com pus); b) tipo “herpes”, constituído por lesões eritematosas (vermelhas) pápulosas (elevadas na pele) em forma de vesículas e descamativa nas bordas da lesão; c) tipo sicosiforme, que se assemelha à foliculite bacteriana.

A tinha da barba é bastante rara e o diagnóstico diferencial deve ser feito principalmente com a alopecia areata da barba, onde ocorre um perda completa dos cabelos da região e a sicose onde  os exames bacteriológicos e micológicos mostram a presença dos fungos e bactérias da natureza da doença .

Tratamento – No tratamento da tinha da barba devem ser utilizados antimicóticos via oral por duas a quatro semanas. Pode-se aplicar topicamente pomada contendo corticosteróide em associação com antimicótico e antibiótico, nos tipos inflamatório.

foliculite bacteriana – Inflamação dos folículos pilosos por agentes bacterianos.

Alopecia areata da barba – A alopécia areata da barba, conhecida vulgarmente como “pelada”, é uma doença de causa desconhecida, caracterizando-se pela queda repentina dos pêlos nas áreas afetadas, sem alteração da superfície cutânea. Entre as possíveis causas, estão uma predisposição genética que seria estimulada por fatores desencadeantes, como o estresse emocional e fenômenos auto-imunes.

Tags: , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email