Arquivo de 7/mar/2010

Rutina (Ruta graveolens) – O que é?

Categoria(s): Distúrbios cardiocirculatórios, Distúrbios hematológicos, Distúrbios Inflamatórios, Medicina das plantas


Fitoterápicos

Ruta graveolens L.

RutinaÉ uma espécie originária da Europa meridional; antigamente, era cultivada nos jardins como aromatizante e planta medicinal.

Contêm um óleo essencial venenoso, um glicosídeo, a rutina, anti-sépticos vegetais, princípios amargos e taninos. É a rutina que tem interesse farmacológico: incorporada, após purificação, em diversos medicamentos, baixa a pressão arterial, fortalece os capilares e diminui a sua permeabilidade.

Referências:

Neves MO, Paes T – Melilotus +Rutina X Gingko biloba. Mesoterapia atual out/nov/dez 1998.

Nègre-Salvayre A, Affany A, Hariton C, Salvayre R. _ Additional antilipoperoxidant activities of alpha-tocopherol and ascorbic acid on membrane-like systems are potentiated by rutin. Pharmacology 1991;42:262-272.

Cuidado – É uma planta venenosa, e o seu uso deve ser prescrito pelo médico.

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Rutina (Ruta graveolens) – Qual o modo de agir?

Categoria(s): Distúrbios hematológicos, Distúrbios Inflamatórios, Medicina das plantas


Fitoterápicos

Rutina – Ruta graveolens L.

Rutina

A rutina atua na bioquímica da via do ácido araquidônico, inibindo a síntese de prostaglandinas por inibição da prostaglandina sintetase e da ciclooxigenase e inibindo a ação dos leucotrienos por inibição da lipoxigenase. Como conseqüência do bloqueio da síntese de prostaglandina ocorre a lipólise estimulada pelas catecolaminas e hormônios lipolíticos; redução dos processos inflamatórios por diminuição da histamina e diminuição da permeabilidade capilar e ação vasoconstritora por bloqueio da síntese dos leucotrienos.

A rutina forma um complexo com os radicais livres, protegendo as estruturas vasculares contra sua ação lesiva, pois possui ação antilipoperoxidante, impedindo a oxigenação das gorduras. Sua ação também se faz sentir no tecido colágeno. Elastina e proteoglicanos, aumentando a síntese destes nas paredes dos vasos tornando-as mais resistentes

Referências:

Neves MO, Paes T – Melilotus +Rutina X Gingko biloba. Mesoterapia atual out/nov/dez 1998.

Nègre-Salvayre A, Affany A, Hariton C, Salvayre R. _ Additional antilipoperoxidant activities of alpha-tocopherol and ascorbic acid on membrane-like systems are potentiated by rutin. Pharmacology 1991;42:262-272.

Cuidado – É uma planta venenosa, e o seu uso deve ser prescrito pelo médico.

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Rutina (Ruta graveolens) – Qual a indicação terapêutica?

Categoria(s): Distúrbios cardiocirculatórios, Distúrbios hematológicos, Distúrbios Inflamatórios, Medicina das plantas


Fitoterápicos

Rutina – Ruta graveolens L.

Rutina

Contêm um óleo essencial venenoso, um glicosídeo, a rutina, anti-sépticos vegetais, princípios amargos e taninos. É a rutina que tem interesse farmacológico: incorporada, após purificação, em diversos medicamentos, baixa a pressão arterial, fortalece os capilares e diminui a sua permeabilidade. A rutina é indicada no tratamento de varizes, úlceras e edema varicoso.

A rutina forma um complexo com os radicais livres, protegendo as estruturas vasculares contra sua ação lesiva, pois possui ação antilipoperoxidante, impedindo a oxigenação das gorduras. Sua ação também se faz sentir no tecido colágeno. Elastina e proteoglicanos, aumentando a síntese destes nas paredes dos vasos tornando-as mais resistentes

Dosagem: 100 a 300 mg/dia.

Referências:

Neves MO, Paes T – Melilotus +Rutina X Gingko biloba. Mesoterapia atual out/nov/dez 1998.

Nègre-Salvayre A, Affany A, Hariton C, Salvayre R. _ Additional antilipoperoxidant activities of alpha-tocopherol and ascorbic acid on membrane-like systems are potentiated by rutin. Pharmacology 1991;42:262-272.

Cuidado – É uma planta venenosa, e o seu uso deve ser prescrito pelo médico.

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email