Arquivo de 26/abr/2010

Arterite temporal – O que é?

Categoria(s): Distúrbios cardiocirculatórios, Distúrbios imunológicos, Distúrbios Inflamatórios, Distúrbios visuais


A arterite de células gigantes (arterite temporal) é uma arterite sistêmica granulomatosa necrotizante relativamente comum em pessoas de meia-idade e idosos. O diagnóstico deve ser considerado em qualquer pessoa com idade acima dos 50 anos que apresente cefaléia, polimialgia reumática e perda súbita da visão. A cefaléia é o sintoma mais frequente, mas outras manifestações da arterite pode ocorrer. A dor pode pode irradiar-se para o pescoço, face, gengivas e mandíbula. A polimialgia reumeatica ocorre em 40% dos casos, e a perda da visão em 15%. Se não tratada a arterite temporal pode ocasionar amaurose (cegueira) em até 40% dos pacientes. No exame físico o estudo das artérias da cabeça, pescoço, dorso e braços, existe aumento do diâmetro das artérias, flacidez das suas paredes, sopros (ruído da passagem do sangue por uma artéria estreita) ou trombose.

Glossário

Arterite – Alteração inflamatória das artérias
Arterite de células gigantes – Alteração inflamatória da artéria com a presença de células multinucleadas e com grande citoplasma, esta células são encontradas nos processos inflamatórios crônicos por doenças como tuberculose, hanseniase, blastomicose.
Arterite sistêmica granulomatosa necrotizante – Este termo descritivo relaciona a inflamação das artérias de todo corpo (sistêmica), com a característica de forma granulações de células inflamatórias, com a presença de células gigantes e destruição de tecidos e parede da artéria (necrotizante – necrose = morte).

Referência:

Hunder GG – Giant cell arteritis and polymyalgia rheumatica. Med ClinNorth Am. 1997;81:195-219.

Tags: , , , , ,


Veja Também: