MENINGITE TUBERCULOSA – O que é?

Categoria(s): Bacilo, Dicionário, Distúrbios neurológicos, Infectologia

1

A Meningite Tuberculosa é uma das complicações mais graves da Tuberculose. O seu quadro clínico é, comumente, de início insidioso – embora alguns casos possam ter um início abrupto, marcado pelo surgimento de convulsões. Diferentemente das demais meningites, a Meningite Tuberculosa pode apresentar uma evolução mais lenta, de semanas ou meses, tornando difícil o diagnóstico de suspeição. Na maioria dos casos de Meningite Tuberculosa, observam-se alterações radiológicas pulmonares.

A Meningite Tuberculosa não sofre variações sazonais e sua distribuição não é igual em todos os continentes. A doença guarda íntima relação com as características socioeconômicas, principalmente naqueles países onde a população está sujeita à desnutrição e às condições precárias de habitação. Com relação à faixa etária, o risco de adoecimento é elevado nos primeiros anos de vida, muito baixo na idade escolar, voltando a se elevar na adolescência e no início da idade adulta. Os indivíduos HIV (+) também têm um maior risco de adoecimento. A incidência de Meningite Tuberculosa é indicador epidemiológico importante de uma região, pois guarda estreita correlação com a incidência de casos bacilíferos na população adulta, além de indicar baixas coberturas vacinais com BCG.

A figura histológica mostra os bacilos álcool-ácido resistentes da tuberculose em coloração avermelhada.

Referência:

http://www.cremerj.org.br/publicacoes/145.PDF

Tags: , , ,

Envio por Email Envio por Email




Deixe seu comentário:

Veja mais: