Arquivo de 4/set/2010

PARACOCCIDIOIDOMICOSE – O que é?

Categoria(s): Distúrbios da pele, Infecções fúngicas, Infectologia


Dicionário

 

 

Trata-se de uma micose sistêmica causada por um fungo dimórfico, geralmente com sintomatologia cutânea importante, grave, que, na forma crônica, é conhecida como “tipo adulto” e, na forma aguda ou subaguda, como “tipo juvenil”. Antigamente era conhecida como blastomicose sul-americana ou moléstia de Lutz-Splendore e Almeida.

É uma doença endêmica nas regiões tropicais da América do Sul, comum no Brasil em relação a outros países.
Frequente em trabalhadores rurais, agricultores, operários da construção civil. Incide mais em homens do que em mulheres. A faixa etária de maior incidência é de 30 a 50 anos.

Referência:

http://www.cremerj.org.br/publicacoes/145.PDF

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Fósforo – Quais suas propriedades terapêuticas?

Categoria(s): Distúrbios osteoarticulares, Terapia antioxidante


Terapia antioxidante

Propriedades funcionais do fósforo:
1. ajuda no crescimento e na recuperação do organismo.
2. proporciona energia e vigor, colaborando na metabolização das gorduras e amidos.
3. atenua as dores da artrite.
4. estimula dentes e gengivas saudáveis.

Terapia : Indicação, apresentação e dosagem:
– a farinha de osso é uma ótima fonte natural de fósforo. (verifique se foi adicionada vitamina D para favorecer sua absorção e se ela não contém chumbo).
– dose recomendada para adultos: 300 à 1200mg. Sendo a mais alta para mulheres grávidas e em período de amamentação.

 

Tags:


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


PARACOCCIDIOIDOMICOSE – Quais os sintomas?

Categoria(s): Distúrbios da pele, Distúrbios digestivos, Infecções fúngicas, Infectologia


Sintomatologia

A doença caracteriza-se por comprometimento pulmonar, lesões ulceradas de pele, mucosas (oral, nasal, gastrintestinal), linfoadenopatia. Na forma disseminada, pode acometer todas as vísceras, frequentemente afetando a supra-renal. A forma disseminada é rara e, quando ocorre, compromete o sistema fagocítico-mononuclear, que leva à disfunção da medula óssea.

Referência:

http://www.cremerj.org.br/publicacoes/145.PDF

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 3123