Arquivo de 30/set/2010

Paratireoide – O que é?

Categoria(s): Dicionário


Glossário
Paratireoide

A figura abaixo ilustra os dois lóbulos da glândula tireoide (1) as 4 glândulas paratireoides (2). O corte histológico mostra o grupo de células que compõe a glândula paratireoide (seta) rodeada pelas células da glândula tireoide.



Paratormônio – PTH

O PTH é um hormônio secretado pela glândula paratireóide, cuja função principal é de regular o teor de cálcio e fósforo no organismo. Atua aumentando o número de osteoclastos, promovendo ativa osteólise osteocítica. Atua também modulando a atividade osteoblástica.

O PTH funciona aumentando a liberação de cálcio e fósforo dos ossos e diminui a perda de cálcio pela urina e aumenta a excreção urinária de fósforo.

O PTH aumenta a reabsorção do ion cálcio no túbulo renal distal e diminui a reabsorção de fósforo no túbulo proximal.

Quando os níveis séricos de cálcio esta baixo ocorre um aumento da secreção do PTH.

Referências:

Potts JT Jr – Hyperparathyroidism and other hypercalcemic disorders. Adv Intern Med. 1996;41:165-212.

Silverberg SJ – Diagnosis, natural history, and treatment of primary hyperparathyroidism. Cancer Treat Res. 1997;89:163-181.

Tags: ,


Veja Também:

Comments (1)     Envio por Email Envio por Email


Hiperparatireoidismo – O que é?

Categoria(s): Dicionário, Distúrbios metabólicos


O hiperparatireoidismo primário é uma doença relativamente frequente nas pessoas de meia-idade e idosa, duas vezes mais comum em mulheres que em homens, com prevalência de 0,1% em mulheres acima de 60 anos. 85% dos portadores de hiperparatireoidismo são assintomático e o diagnóstico é realizado nos exames de rotina laboratorial. Esses pacientes podem apresentar urolitíase (cálculos renais) em 10% dos casos, osteoporose ou sintomas inespecíficos como, fadiga, fraqueza, distúrbios de concentração ou alterações da personalidade.

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Varizes – O que são?

Categoria(s): Dicionário, Distúrbios cardiocirculatórios, Distúrbios vasculares


Resenha

As varizes, especialmente nos membros inferiores, se formam por dois mecanismos: insuficiência das valvulas venosas e lesões na drenagem da microcirculação, que é composta de arteríolas, esfincteres pré-capilares, capilares, vênulas, vasos linfáticos e shunt (comunicação) artériovenoso, estes sistema sob influência do sistema nervoso simpático e parassimpático (figura). Uma série de fatores pode provocar as varizes, onde destacam-se as condições genéticas e sobrecarga hidrostática (ex. permanecer muito tempo em pé).

varizes2

A avaliação dos vasos das pernas e o diagnóstico das possíveis varizes tem o seu grande valor não só do ponto de vista estético, mas na prevenção das suas graves complicações como: celulite, edema, eczema, dermatofibrose, úlceras, hemorragias, flebites, trombose e embolia pulmonar, até mesmo óbito.

As varizes podem ser classificadas como primárias e secundárias, com características distintas, tanto do ponto evolutivo como terapêutico.

Varizes primárias – Nas varizes primárias os defeitos se localizam nas válvulas e/ou paredes venosas. variando em número, intensidade e localização. A insuficiência na croça ou nas veias perfurantes comunicantes permite o refluxo durante os esforços ou deambulação com conseqüente dilatação dos troncos venosos. Essas varizes estão relacinadas com fatores hereditários.

A tortuosidade e a alteração no calibre da veia são causadas pela ruptura dos feixes elásticos e musculares da camada média da parede da veia, com posterior fibrose, comprometendo não só a função condutora das veias superficiais como sua capacidade de reservatório sangüíneo.

varizes secundárias – As varizes secundárias são as que surgem após doenças conhecidas como fístulas arteriovenosas, “shunt” arteriovenosos utilizados nas terapias de hemodiálise, trombose venosas.

Fatores desencadeantes das varizes – Os fatores desencadeantes (idade, obesidade, gestações, profissão) das varizes geram e perpetuam o processo varicoso.

Nègre-Salvayre A, Affany A, Hariton C, Salvayre R. _ Additional antilipoperoxidant activities of alpha-tocopherol and ascorbic acid on membrane-like systems are potentiated by rutin. Pharmacology 1991;42:262-272.

Cátia Jorge (05/12/2006)- Acabar com as varizes para que não acabem com as pernas [on line]

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 512345