Arquivo de 7/out/2010

Escabiose ou sarna – O que é?

Categoria(s): Dicionário, Distúrbios da pele


Dicionário

A escabiose, popularmente conhecida como sarna, é uma doença parasitária causada por um ácaro, Sarcoptes scabiei, variedade hominis, cuja penetração na pele provoca elevação avermelhada da pele ou vesículas, que abriga os ácaros e seus ovos. O ácaro apresenta quatro pares de pernas em forma cônica, com ventosas localizadas nas extremidades dos dois primeiros pares de pernas e fixadas por apêndices pedundulados. Seu tamanho varia de 0,2 milímetros a 0,4 milímeros, ou seja tamanho microscópico, portanto, invisível ao olho humano.

O Sarcoptes scabiei, variedade hominis, não se desenvolve em outros mamíferos. A escabiose desenvolve-se em 15 a 17 dias após a infestação. Os ácaros adultos perfuram túneis na epiderme, onde colocarão os seus ovos. A postura dos ovos dura de um a dois meses e a eclosão ocorre em três dias. As larvas se desenvolverão em três dias e as ninfas por oito dias. Nos adultos a maturidade sexual será completada em dois dias. O parasita completa todo ciclo biológico no homem, pois no meio ambiente morre em menos de uma semana. As principais regiões afetadas são: regiões interdigitais, mãos, punhos, cotovelos, axilas, virilhas, umbigo e nádegas.

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Escabiose ou sarna – Como ocorre a contaminação?

Categoria(s): Atuação Preventiva, Cuidados higiênicos, Distúrbios da pele, Infectologia


A pessoa sofre uma contaminação pelo contato com uma pessoa infectada, por meio de roupas da cama, onde a pessoa dormiu, ou uso comum de toalhas. É uma doença infecciosa de pessoa para pessoa e de uma região do próprio corpo para outra região, pois ao se coçar o portador dessa parasitose carrega os ovos e os deposita em várias partes do corpo. É muito comum a transmissão nos locais em que várias pessoas coabitão instituições superlotadas, como hospitais, internatos, casas de repouso, quarteis e presídios.

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Escabiose ou sarna – Qual o sintoma?

Categoria(s): Cuidados preventivos, Distúrbios da pele, Infectologia


O Principal sintoma da escabiose é o prurido, com acentuação à noite por ser o período de reprodução e deposição dos ovos e devido à temperatura mais elevada debaixo das cobertas. O prurido depende da sensibilidade do hospedeiro e das substâncias excretadas pelo parasita, e pode persistir mesmo após a irradicação do parasita. Nos caos de reinfestação o prurido surge de forma intensa e rápida pela maior sensibilidade do organismo da pessoa infectada.

Nas regiões infectadas como: espaços interdigitais, punhos, cotovelos, axilas, coxas nádegas, região genital e aréolas mamárias, aparecem lesões avermelhadas e elevadas (eritematopapulosas) escoriadas. Estas lesões podem evoluir para feridas infectadas (piodermites, impetigo, éctima, foliculites e furúnculo) por bactérias devido a intensa coceira e traumatismo pelo ato de coçar. A piodermite é o sinal mais frequente como infecção secundária e deve ser tratada com antibióticos locais e por boca. Geralmente, a contaminação odorre pelo estreptococo ß-hemolítico, que se não tratado pode evoluir para glomerulonefrite (doença auto-imune que ataca os rins) com graves consequencias.

Nos pacientes imunodeprimidos, como os portadores do vírus HIV, têm risco de desenvolver uma infecção disseminada, conhecida como sarna norueguesa, onde as lesões são com crostas, localizando-se preferentemente na palma das mãos e na planta dos pés.

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 212