Infarto intestinal – O que é?

Categoria(s): Dicionário, Distúrbios cardiocirculatórios, Distúrbios digestivos, Emergências

Dicionário

A incidência da isquemia intestinal tem aumentado nas últimas décadas, não somente pelo crescimento da população idosa, mas também pela precisão diagnóstica, através da tecnologia atual.

As manifestações clínicas depende de várias circunstâncias: início e duração da lesão (aguda ou crônica), local e extensão do intestino comprometido, natureza do vaso envolvido (artéria ou veia), mecanismo do processo isquêmico (embolia, espasmo ou trombose), e grau de fluxo sanguíneo colateral.

infartoO infarto do cólon (imagem escuras das alças intestinais) é a forma mais grave da isquemia mesentérica. A isquemia mesentérica aguda envolve a parte intestinal irrigada pela artéria mesentérica superior e seus ramos, sendo mais comuns as causas arteriais que as venosas. As embolias são mais freqüentes que as tromboses, envolvendo grande parte do intestino delgado e do cólon direito. A localização do processo isquemico, ocorre cólon em 60%.

A presença de isquemia mesentérica aguda deve ser sempre considerada na presença de dor abdominal aguda de forte intensidade, em paciente com cardiopatia, arritmias, insuficiência cardíaca mal controlada, infarto recente do miocárdio ou hipotensão. O achado físico é desproporcional à intensidade do quadro doloroso, pois, geralmente, o abdome apresenta-se plano, flácido e sem sensibilidade dolorosa; na isquemia do cólon, pode-se, também, encontrar evacuação de sangue escurecido e fétido. Com a evolução do quadro clínico, podem-se encontrar manifestações abdominais, com aumento da sensibilidade dolorosa, descompressão abdominal súbita dolorosa presente e defesa muscular, já indicando, de forma enfática, a presença do quadro isquêmico. Pois o risco de óbito é muito grande.

Referências:

Ornellas AT, Ornellas LC, Souza AFM, Gaburri PD. Hemorragia digestiva aguda, alta e baixa. In: Gastroenterologia Essencial. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara-Koogan; 2001. p.3-20.

Tags:

Envio por Email Envio por Email




Deixe seu comentário:

Veja mais: