Arquivo de 18/dez/2010

Pré-eclâmpsia – O que é?

Categoria(s): Distúrbios cardiocirculatórios, Emergências


Dicionário

As gestantes após a vigésima semana gestacional que apresente aumento da pressão arterial, inchaço nas pernas (edema) e perda de proteína na urina, está tendo um quadro demoninado de pré-eclâmpsia. Nos casos que apresente também, convulsões o quadro recebe a denominação médica de eclâmpsia. Os dois quadros são graves e necessitam de cuidados imediatos em regime de internação, porém este último, a eclâmpsia, é mais grave com risco de morte para a gestante e o bebe.

Considera-se hipertensão arterial na gestante quando a pressão diastólica (pressão mínima) sobe 15 mmHg ou mais da pressão diastólica do início da gestação, ou sistólica (pressão máxima) sobre acima de 30 mmHg.

Como a pressão arterial pode passar sem sintomas, o mesmo acontecendo com a perda de proteína na urina, é muito importante que estes dois dados sejam sempre investigados nas consultas de pré-natal.

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Dores lombar – Como evitar?

Categoria(s): Atuação Preventiva, Cuidados preventivos, Distúrbios osteoarticulares


Prevenção

Dor lombar é a segunda causa mais freqüente da incapacidade perdendo apenas para dores de cabeça. A dor lombar também conhecida como lombalgia ou lombociatalgia (porque acomete o nervo ciático). A maior parte deste distúrbio doloroso não é tratada por especialistas como reumatologistas, ortopedistas e apenas em 15% dos casos os diagnósticos estão corretos. “O que acontece geralmente é a auto-medicação que pode ter como principal consequência o mascaramento de alguma doença mais grave.”

chiropractor_jumping__a_ha

Na maioria das vezes a dor lombar pode ter sido causada pelo carregamento de peso de forma incorreta ao longo da vida, que acaba por prejudicar não só a coluna lombar, mas também a coluna cervical (região do pescoço), por posições ruins, viciosas e exercícios físicos feitos incorretamente. Em grau extremo, a lesão deixa a coluna com na forma de “cobra” e recebe o nome científico de escoliose.

A mobilidade da coluna é pequena e há um grande número de vértebras, se houver um movimento brusco ou força acontece o comprometimento da coluna, por isso a dor. Para se ter uma idéia, é muito difícil para o paciente explicar exatamente onde está localizada a dor na coluna devido ao grande número de inervações.

Para evitar a dor lombar, a recomendação é que se permaneça em posições corretas com a coluna, não assistam televisão deitados, espreguicem pela manhã ao levantar da cama e façam exercícios físicos monitorados por um profissional. No próprio exame clínico, os médicos já conseguem diagnosticar a causa das dores lombares, apalpando já dá para saber se há musculatura em posição irregular, a não ser que seja um caso de inflamação, aí o paciente é encaminhado para exames mais detalhados.

Para evitar a dor na coluna e amenizar se ela já existir, o ideal, é repouso e evitar de forçar a coluna por cerca de 4 dias. Quando estiver deitado de barriga para cima, o ideal é que se calce as pernas com 3 travesseiros para que elas fiquem dobradas em cima dele. Já, se ele estiver repousando de lado, é bom se calçar um travesseiro entre as pernas para deixar a coluna alinhada.

Vale ressaltar que a educação ainda é a melhor maneira de combate as dores na coluna. Erros comuns como carregar peso de maneira incorreta, não abaixar com a coluna ereta podem provocar distúrbios e a dores retornam. Uma outra dica é caminhar descalço em terrenos irregulares.

Tags: ,


Veja Também:

Comments (1)     Envio por Email Envio por Email