Arquivo de Distúrbios neurológicos

Dores de cabeça – Enxaqueca: Como prevenir a crise

Categoria(s): Distúrbios neurológicos


Enxaqueca

 

Como prevenir a crise

cefaléia

O tratamento medicamentoso preventivo é muito importante na terapêutica da enxaqueca. A meta principal é a redução em 50% das crises e, em última análise, diminuir o impacto das crises e melhorar a qualidade de vida do paciente.

As diretrizes que devem ser seguidas são:
1) início do medicamento com doses baixas;
2) usar por tempo adequado, no mínimo três meses;
3) evitar medicações concomitantes como anticoncepcionais, estatinas, vasodilatadores, cafeína, uso excessivo de analgésicos;
4) usar somente um medicamento;
5) avaliar doenças concomitantes para detectar oportunidades e limitações do tratamento.

Medicamentos – As medicações preventivas das crises de enxaqueca mais indicadas são os antidepressivos tricíclicos (amitriptilina, nortriptilina), os anticonvulsivantes (divalproato de sódio, gabapentina, topiramato), os beta-bloqueadores (propranolol, nadolol, atenolol) e bloqueadores de canal de cálcio (verapamil, flunarizina).

Terapias não medicamentosas – Técnicas de relaxamento e hipnose podem ser utilizadas como forma de previnir a crise de enxaqueca. Os exercícios físicos devem ser leves, com cargas baixas e de pouca intensidade. Exercícos vigorosos, estenuantes e esportes de competições podem desencadear crise de enxaqueca.

 

Tags:


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Dores de cabeça – Enxaqueca: Fatores agravantes

Categoria(s): Atividade física, Cuidados alimentares, Distúrbios neurológicos


Enxaqueca

 

Fatores agravantes

cefaléia

 

As crises de enxaqueca podem ser desencadeadas por diferentes fatores como, poluição ambiental, estresse e esforço físico. Às vezes alimentos, chocolate, queijos fortes, glutamato monossódico (ajinomoto), vinho tinto ou, mesmo o jejum prolongado. Problemas com o sono têm se mostrado com um fator desencadeante dos mais importantes, assim como variações climáticas. Variações hormonais, principalmente a menstruação podem precipitar as crises.

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Dores de cabeça – Cefaléia Tensional ou Enxaqueca

Categoria(s): Distúrbios neurológicos


Cefaléia do tipo tensional ou Enxaqueca

 

cefaléia2O que observar?

A cefaléia mais comum, que acomete até 90% da população é a cefaléia do tipo tensional (CTT), que acomete as pessoas adultas, geralmente acometida de crise nervosa crônica, causando enrigecimento da musculatura da nuca e provocando dores fracas, incomodativas e diárias (no máximo 15 dias no mês).

A enxaqueca ou migrânea é um distúrbio bastante comum que se caracteriza por uma dor de cabeça pulsátil, periódica, com intensidade de moderada a severa, que se agrava com as atividades físicas e o esforço.

A enxaqueca é repetitiva e com as mesmas características, geralmente unilateral e acompanhada, na maioria das vezes, de fotofobia (aversão a claridade), fonofobia (aversão aos barulhos), náuseas e vômitos; tem duração de 4 a 72 horas.

Veja gráfico representativo das formas da cefaléia da enxaqueca e da dor de cabeça tensional

 

cefaleia3

 

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 5012345...102030...Last »