Arquivo de Distúrbios imunológicos

Artrite reumatóide – Como diagnosticar?

Categoria(s): Distúrbios imunológicos, Distúrbios osteoarticulares


Diagnóstico

O diagnóstico da artrite reumatóide nas fases iniciais, nem sempre é fácil, uma vez que a doença pode iniciar gradativamente com sintomas leves e muitas doenças comportam-se de maneira semelhante. O diagnóstico clínico é feito com base nos sintomas e sinais de dor e inchaço articular. Determinadas anormalidades laboratoriais podem ser encontradas e ajudam a estabelecer o diagnóstico.

É importante lembrar que, para a maioria dos pacientes com essa doença, não há um teste único que  “confirme” o diagnóstico. Portanto, o diagnóstico é estabelecido avaliando-se cuidadosamente os sintomas, os achados do exame físico, os testes laboratoriais e os exames radiológicos, especialmente os raios-X das mãos e pés.

A QUEM CONSULTAR – As doenças reumáticas, como a artrite reumatóide são atendidas pelos médicos reumatologistas.

Tags:


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Globulina: tipo gama – O que é?

Categoria(s): Distúrbios imunológicos


γ-globulinas

No exame da eletroforese de proteínas as imunoglobulinas, predominantemente IgG, constitui a faixa da gamaglobulina. As imunoglobulinas A, D, E, M e a PCR encontram-se na área de junção beta-gama. A ausência ou a diminuição da banda gama indica imunodeficiência congênita ou adquirida. O aumento sugere elevação de gamaglobulinas associadas a doenças inflamatórias crônicas, imunes ou não, doenças hepáticas ou mesmo neoplasias, todas de caráter policlonal.

As gamopatias monoclonais produzem um padrão específico. As bandas monoclonais ocorrem devido à proliferação de um clone de plasmócito que secreta determinada imunoglobulina que, encontrada em grande quantidade no plasma, torna-se responsável pelo pico encontrado ao exame. Quantidades progressivamente menores das imunoglobulinas policlonais são produzidas à medida que se vão substituindo os plasmócitos normais pelos neoplásicos. O uso diagnóstico mais comum da eletroforese de proteínas é para o reconhecimento dessas paraproteínas, especialmente o componente M do mieloma múltiplo. Podem-se encontrar picos monoclonais também em macroglobulinemia de Waldenström, amiloidose primária, gamopatia de significado indeterminado, leucemia de células plasmáticas, plasmocitoma solitário e doença de cadeia pesada.

Tags: , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Espondiloartrite – Quais os sintomas?

Categoria(s): Distúrbios imunológicos, Distúrbios Inflamatórios, Distúrbios osteoarticulares


Sintomatologia

A dor é o principal sintoma da doença, pode ser local por destruição articular e sinovite secundária, como também por aumento da pressão dentro dos óssos devido à obstrução do fluxo venoso ou, ainda, por alterações mecânicas que levam bursites, tenossinovites, ou devido a dor muscular por espasmo da musculatura lombar. A maioria dos pacientes com alterações radiológicas podem permanecer livres dos sintomas, porém quando a articulação da coluna for solicitada da dor pode aparecer e melhorar com o repouso.

A rigidez após período de repouso é relatada pela maioria das pessoas e é, o primeiro sintoma a aparecer (geralmente menor que 30 minutos). – “Quando acordo sinto travado e só melhoro após alguns minutos”. Afirmação de muitos pacientes com espondiloartrite.
Algumas vezes o componente inflamatório é intenso e a dor e a rigidez pós repouso passa a ser incapaciente. levando a uma piora na qualidade de vida. Não podemos esquecer que estes sintomas geram ansiedade e depressão, piorando ainda mais a qualidade de vida.

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 28 of 30« First...1020...2627282930