Arquivo de Distúrbios imunológicos

Hipotireoidismo (“tireoide fraca”) – Qual a causa mais comum?

Categoria(s): Distúrbios endócrinos, Distúrbios imunológicos


A causa mais comum de hipotireoidismo permanente é uma condição auto-imune crônica, a Tireoidite de Hashimoto. Altas concentrações de anticorpo anti-peroxidase tireoidiana (anti-TPO) podem estar presentes em até 95% dos doentes e facilitam o diagnóstico. A dosagem dos anticorpos anti-peroxidase são especialmente úteis para prever a evolução do hipotireoidismo subclínico para o hipotireoidismo clínico. O risco anual de desenvolver hipotireoidismo clínico após os 20 anos é de 43% em mulheres com aumento do TSH e anticorpo anti-peroxidase tireoidiana (anti-TPO) presente e 2,6% em mulheres com HTS sem anti-TPO.

os principais sintomas do hipotireoidismo são: cansaço, sonolência, pele seca, constipação intestinal, aumento exagerado de peso, queda de cabelo fino e quebradiço, indisposição geral. Geralmente ocorre queda da pressão arterial e da frequencia cardíaca.

A QUEM CONSULTAR – O tratamento do hipotireoidismo deve ser feito pelo médico endocrinologista.

Tags: ,


Veja Também:

Comments (4)     Envio por Email Envio por Email


Herpes zoster – Existe vacina contra?

Categoria(s): Distúrbios imunológicos, Infectologia, Programas de saúde


Sim, o Shingles Prevention Study conduziu um grande estudo com a finalidade de estabelecer o impacto de uma vacina contra o Herpes Zoster . O estudo teve por objetivo estudar a redução da dor e do desconforto relacionado a doença, o impacto sobre a sua incidência como um todo, além de medir a freqüência de complicações, como a PHN (neuropatia pós herpética), em uma população idosa (Oxman et al). Estudo duplo cego randomizado , placebo contolado, de 38.546 indivíduos acima de 60 anos, usou-se a vacina de vírus vivo atenuado Oka/Merck.

Durante o seguimento do estudo foram confirmados 957 casos de zoster, 315 no grupo vacinado e 642 no grupo placebo, foi usado o antiviral em ambos os grupos,ocorreram 107 casos de PHN, sendo 27 no grupo vacinado e 80 no placebo. O uso da vacina reduziu o impacto da doença em termos de dor e desconforto em 61,1%, reduziu a incidência da doença em 51% e reduziu a incidência de PHN em 66,5%. Na avaliação estratificada por faixa etária a redução da doença foi de 65% no grupo de 60 a 69 anos e de 55% no grupo acima de 70 anos.

Efeitos adversos da vacina foi a reação local, geralmente leve.

A vacina foi aprovada pelo FDA, em junho de 2006 e tem previsão de disponibilidade no Brasil

Tags: , ,


Veja Também:

Comments (2)     Envio por Email Envio por Email


Osteoartrose – É mesma doença que a artrite reumatóide?

Categoria(s): Distúrbios imunológicos, Distúrbios Inflamatórios, Distúrbios osteoarticulares


Diagnóstico

Não, a artrite reumatóide é uma doença crônica (etiologia autoimune) que promove dor, inchaço, limitação dos movimentos (rigidez) e das funções das articulações (juntas) especialmente das mãos. A rigidez articular é pior pela manhã e pode durar de uma a duas horas. Além, dos sintomas articulares, a pessoa pode sentir fadiga, queda da pressão, diminuição do apetite, olhos e boca seca.

A inflamação da artrite reumatóide ocorre na chamada membrana sinovial, que é o tecido que reveste a articulação. Neste local, são liberadas pelas células imunológicas (linfócitos, macrófagos) substâncias químicas inflamatórias que causam inchaço, dor e deformidade articular. Na osteoartrose o processo é degenerativo não encontramos células imunológicas na lesão.

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 30 of 30« First...1020...2627282930