Arquivo de Distúrbios genéticos

Espondilite Anquilosante (EA) – Como tratar?

Categoria(s): Distúrbios genéticos, Distúrbios imunológicos, Distúrbios Inflamatórios, Distúrbios osteoarticulares


Tratamento

O tratamento da EA, na maioria dos casos, é constituído por antiinflamatórios, miorelaxantes e fisioterapia. Devido à intensa reação inflamatória da doença, o antiflamatório não‑hormonal mais utilizado na EA é a indometacina; outros AINH também utilizados são o diclofenaco sódico, o naproxeno, o piroxicam e o aceclofenaco. O paciente espondilítico apresenta geralmente um intenso espasmo muscular paravertebral, necessitando do uso de relaxantes musculares diversos.

Além do tratamento medicamentoso, a fisioterapia, notadamente nas modalidades da hidroterapia e da cinesioterapia, auxilia de maneira importante no controle da dor e do espasmo muscular. Cinesioterapia – A cinesioterapia é definida como a arte de curar, utilizando todas as técnicas do movimento. Hidroterapia –  A hidroterapia é a técnica fisioterápica que se utiliza da água com fonte terapêutica.

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Policitemia vera – O que é?

Categoria(s): Distúrbios genéticos, Distúrbios hematológicos


Dicionário

Linhagem eritrocitária

Todo nosso sangue com seus elementos figurados, glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas são formado na medula óssea a partir de uma célula indiferenciada, chamada de célula tronco hematopoiética, como mostra a figura acima. Esclarecendo, célula que os pesquisadores utilizam para o estudo da chamada célula tronco, usada em alguns processos terapêuticos.

A policitemia vera é uma doença caracterizada por aumento no número de glóbulos vermelhos (eritrócitos) circulantes no sangue, decorrente da produção exagerada na medula óssea (mieloproliferação endógena). É caracterizada por elevação do hematócrito (número de glóbulos vermelhos), isto é, maior que 47% nas mulheres e 55% nos homens, leucocitose (aumento das células brancas do sangue = leucócitos), plaquetose (aumento das plaquetas no sangue) e esplenomegalia (aumento do baço). O curso inicial da policitemia vera é usualmente benigno e freqüentemente assintomático. O diagrama acima mostra o linhagem mielocítica que dá origem ao eritrócitos e demais linhagem da série branca e das plaquetas.

Tags: , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Diabetes Mellitus – Por que ocorre?

Categoria(s): Distúrbios endócrinos, Distúrbios genéticos


Orientações

O diabetes está ligado a hereditariedade (doença transmitida dos pais para os filhos), mas isso não significa que quando haja um diabético na família, todos os parentes venham a ter a doença, apenas alguns terão mais chances de desenvolvê-la. O individuo que possui algum caso de diabetes na família deve comunicar ao médico para que ele possa tomar medidas preventivas.

Tags:


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 4 of 12« First...23456...10...Last »