Arquivo de Cuidados higiênicos

Saúde através das plantas – TIPI (Petiveria alliacea)

Categoria(s): Cuidados higiênicos, Distúrbios digestivos, Distúrbios Inflamatórios, Medicina das plantas


Saúde através das plantas – TIPI (Petiveria alliacea)


Petiveria alliacea

Conhecida popularmente como erva-guiné, mucuracá, raiz-de-guiné, amansa-senhor.

Possui poder fitoterápico contra reumatismos articulares, dores musculares, edemas, gengivites e dores de dente, devido ao seu uso como antiinflamatório e analgésico. Suas folhas são consideradas sudoríferas, diuréticas; útil contra febres.

Indicada como repelente de insetos pelo seu odor aliáceo, devido à presença de compostos de enxofre.

Deve ser usada com máxima cautela e sempre com orientação médica, pois além de seu poder medicinal é considerada tóxica, podendo promover alucinações, apatia e alterações no sistema nervoso. Não deve ser utilizada por mulheres grávidas ou em fase de lactação, considerada planta abortiva.

Tags: , , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Saúde através das plantas – ZEDOÁRIA (Curcuma zedoaria)

Categoria(s): Cuidados higiênicos, Distúrbios digestivos, Distúrbios Inflamatórios, Medicina das plantas


Saúde através das plantas – ZEDOÁRIA (Curcuma zedoaria)


Curcuma zedoaria

Popularmente conhecida como raiz de zedoária.

A zedoária apresenta propriedades antifúngicas, antissépticas, digestivas.

Indicada no combate a má digestão, úlcera, gastrite e halitose de origem digestiva. Combate a placa bacteriana, trata gengivite. Usada para minimizar os processos inflamatórios da boca. Externamente usado como cicatrizante de escaras e úlceras.

Tags: , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Infecção hospitalar – O que é?

Categoria(s): Atuação Preventiva, Cuidados higiênicos, Cuidados preventivos, Dicionário, Infectologia, Programas de saúde


Dicionário

bacilosInfecção hospitalar é toda infecção adquirida após a admissão do paciente nas várias formas de unidade hospitalar e que se manifesta durante a internação ou após a alta, desde que relacionada com a internação ou com procedimentos hospitalares, conforme a Lei federal nº 9431/1997, e a Portaria do Ministério da Saúde (MS) nº 2616/1998.

As infecções Hospitalares são vista como uma falha no processo de atendimento médico, gerando altos custos humanos e financeiros. Estudo multicêntrico norte-americano estimou a ocorrência de aproximadamente 88.000 óbitos por ano em conseqüência da infecção hospitalar. No Brasil, estima-se que 5% a 15% dos pacientes internados contraem alguma infecção hospitalar. Uma infecção hospitalar acresce, em média, 5 a 10 dias ao período de internação.

Os avanços tecnológicos, sobretudo no suporte à vida, têm mudado de forma radical o entendimento hospitalar. De algum tempo, as modalidades de atendimento médico não se restringe ao ambiente hospitalar, com o surgimento dos hospitais-dia, home-care, clinicas de diálise, de oncoterapia e instituições de longa permanência. Apesar disto, a infecção dita hospitalar continua a preocupar toda a classe médica.

Tags:


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 2512345...1020...Last »