Arquivo de Medicina das plantas

Saúde através das plantas – CASTANHA DA ÍNDIA (Aesculus Hippocastanus L)

Categoria(s): Distúrbios cardiocirculatórios, Medicina das plantas


Saúde através das plantas – CASTANHA DA ÍNDIA (Aesculus Hippocastanus L)


Aesculus Hippocastanus L

 

Castanha da Índia
O extrato da castanha da índia (Aesculus Hippocastanus L) contém vários princípios ativos, incluindo esculosídeos (heterosídeos cumarínicos), saponinas terpênicas (Escina) e bioflavanóides (Quercetina, Campferol e Esculina).

Os derivados cumarínicos agem nos distúrbios vasculares periféricos e nos edemas protéicos, retiram as proteínas do interstício e promovem a drenagem linfática. A escina atua sobre os distúrbios vasculares periféricos e sobre o edema. Os bioflavanóides possuem ação antiinflamatória, por inibirem o ciclo da lipoxigenase e cicloxigenase. Como resultado destas funções, não há liberação dos principais mediadores inflamatórios (prostaglandinas e leucotrienos), com redução da permeabilidade capilar, redução da inflamação e da dor.

Indicações: A castanha da Índia tem indicação nos casos de edemas vasculares crônicos conseqüente à varizes e na cosmetologia no tratamento das celulites.

Tags: , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Saúde através das plantas – MAGNÓLIA (Magnolia officinallis)

Categoria(s): Distúrbios Inflamatórios, Medicina das plantas


Saúde através das plantas – MAGNÓLIA (Magnolia officinallis)

Magnolia officinallis

A Magnolia officinalis é tradicional na China, conhecida como houpu ou hou po, usada desde 100 a.C. para tratar de vários distúrbios. Possui propriedades medicinais antisséptica, antibacteriana, antiparasitária, antioxidante, adstringente, diurética, digestiva, sedativa, relaxante muscular, anti-stress, descongestionante e expectorante.

As magnólias são arvores ou arbustos, apreciados como ornamentais em jardins, por possuirem abundantes flores grandes e perfumadas nas cores branca ou rosada. Os produtos medicinais das magnólias são obtidos utilizando-se as cascas das arvores com mais de 15 anos, colhidas no final de junho.

A magnólia é indicada para diarréia, vômito, distúrbios gástricos, tosse, asma (por inibir a produção de histamina), doenças pulmonares, sintomas da gripe, alergias a cosméticos e pode auxiliar no tratamento de manchas escuras da pele.

O honokiol, um ingrediente ativos encontrado na magnólia exibe efeito antidepressivo em altas doses e, em doses menores pode ser eficaz no tratamento da ansiedade, estresse e dores de cabeça (Hou, 2000).

Não existem efeitos adversos associados ao uso da magnólia, porém em altas doses pode causar sonolência.

Referência:

Hou, Y.C., Chao, P.D., Chen, S.Y. (2000) Honokiol and magnolol increased hippocampal acetylcholine release in freely-moving rats. Am J Chin Med. 28(3-4):379-84.

Tags: , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Saúde através das plantas – FUCUS (Fucus vesiculosus)

Categoria(s): Medicina das plantas


Saúde através das plantas – FUCUS (Fucus vesiculosus)

Fucus vesiculosus

Conhecida popularmente como Cavalo-marinho, Alface-do-Mar, Alga vesiculosa, Bodelha, Bodilhão, entre outros. O fucus é rico em oligoelementos como iodo, cobre, selênio, zinco, ferro e vitaminas C e do complexo B. Possui propriedades diurética, desintoxicante, antioxidantes, antibacteriana, antitumor e tônico endócrino.

O fucus é uma alga rica em iodo, por isso é indicada para o tratamento de hipotireoidismo, bócio e disfunções da tireóide. Pode ser utilizada no tratamento do reumatismo (por diminuir as dores nas articulações), tem ação reguladora no intestino (devido à presença de fibras mucilaginosas), fortifica o útero e regula menstruações.

O uso do fucus é indicado como coadjuvante em tratamentos de emagrecimento e obesidade por acelerar o metabolismo de glicose e ácidos graxos. Também é usado na fitocosmética como anticelulítico.

Contra Indicação – O fucus é contra indicado a pessoas alérgicas ao iodo, durante a gestação e lactação, em casos de hipertiroidismo, hipertensão e cardiopatias. Em altas doses pode ocasionar tremeor, aumento da pulsação e pressão sanguínea.

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 3312345...102030...Last »