Saúde através das plantas – MELISSA (Melissa officinalis)

Categoria(s): Medicina das plantas


Saúde através das plantas – MELISSA (MELISSA (Melissa officinalis)

Melissa officinalis

Melissa officinalis
A melissa é também conhecida como cidreira verdadeira, citronela, citronela menor, erva cidreira européia, chá-de-tabuleiro, entre outros. Possui ação calmante, relaxante, sedativa, analgésica, digestiva, hipotensora, sudorífera, cicatrizante, anti-inflamatória, antimicrobiana e antialérgica.

A melissa é indicada para ansiedade, fadiga, nervosismo, insônia, problemas hepáticos e biliares, hipertensão, irregularidades mestruais, má circulação sanguínea, picada de inseto, problemas digestivos, enjôos, cicatrização de acne, febre, bronquite, resfriados e dores de cabeça.

Na Aromaterapia, ela é indicada para aliviar as tensões e, é um dos óleos atuantes nas vibrações ligadas ao coração.

A melissa é considerada segura, porém em alguns casos pode diminuir a pulsação e a atividade da tireóide.

Tags: , , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Lavanda (Lavandula officinalis) – Qual a indicação terapêutica?

Categoria(s): Distúrbios psiquiátricos, Medicina das plantas


Óleo essencial de Lavanda – Nome científico: Lavandula officinallis
O termo “lavândula” é derivado do latim “ Lavare”, limpar. É empregado na medicina popular como um sedativo suave.

Método de extração: Destilação a vapor d’água
Indicação terapêutica: Insônia, eczema, queimaduras, edemas.
Aplicação do óleo essencial: extremamente versátil, suas ações incluem a normalização, ação analgésica, anti-séptica, antidepressiva e sedativo.

O óleo essencial de Lavanda é muito empregado na aromaterapia.

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Aromaterapia – O que é?

Categoria(s): Dicionário, Terapias complementares


Dicionário

Colaboradora : Maíra Silva Mamana

* Naturologa, Pós-graduanda do Curso Saúde e Medicina Geriátrica – METROCAMP

Aroma: palavra de origem grega que designa “fragrância”; terapia significa tratamento. Assim, temos um tratamento curativo através do sentido do olfato. Os aromas são percebidos pelo sistema límbico, parte do cérebro conectado à emoção.

Aromaterapia – Aromaterapia é a arte e a ciência do uso de óleos essenciais para promover ou restabelecer a saúde e o bem-estar físico, mental e emocional. É uma terapia não convencional, complementar (Tisserand,2003). Fundamentada no conhecimento tradicional de várias culturas desde tempos remotos, atingiu uma nova etapa de desenvolvimento graças aos resultados que estão sendo obtidos com as investigações na área aromacológica.

O foco de tratamento aromaterápico está tanto na área física, cuidando de desordens menstruais, problemas digestivos, como também na área psicológica, tratando por exemplo, insônia, ansiedade e depressão. A aromaterapia não atua somente de forma emocional; sua atuação química é extremamente intensa e valiosa, sendo fundamental conhecer profundamente os efeitos químicos dos óleos essenciais e seus componentes no organismo humano. Aromaterapia não é apenas o uso de aromas agradáveis, que muitas vezes são sintéticos ou adulterados, usados de forma aleatória sem atender as necessidades físicas e/ou psicológicas que visam o equilíbrio geral do ser humano.

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 212