Microbiota (flora) vaginal – O que é?

Categoria(s): Distúrbios imunológicos, Distúrbios urogenitais, Infectologia, Sexualidade e DST


Dicionário

Microbiota vaginal

Assim como todo o nosso organismo (intestino, pele, trato respiratório alto) a vagina é colonizada por bacterias que a protege contra eventuais agentes patogênicos externos. Em condições normais, mais de 95% da flora bacteriana da vagina é composta por bacilos gram-negativos produtores de ácido lático, também denominados lactobacilos ou bacilos de döderlein. Algumas espécies são também produtoras de peróxido de hidrogênio, substância de poder oxidante que impede a proliferação de bactérias patogênicas. A quantidade de lactobacilos varia de acordo com o estado hormonal da mulher, sendo maior durante a idade reprodutiva (menacme) devido à produção de estrogênios.

Em determinadas situações os lactobacilos podem estar em número reduzido, como, por exemplo, no uso de antibióticos de amplo espectro ou imunodepressão. Nestas situações o risco de infecções vaginais é maior e estes fatores devem ser afastados durante o tratamento para um maior sucesso terapêutico. Entre os processos infecciosos vaginais mais freqüentes se destacam a vaginose bacteriana, candidíase vulvovaginal e tricomoníase. Como forma de tratamento pode ser utilizar, concomitantemente, reposição bacteriana com lactobacilus.

Observação – O termo flora vaginal deve ser abolido pois as bactérias não pertencem ao reino vegetal, portanto não é flora.
.

Tags: , , , ,


Veja Também: