Colostomia – Troca da bolsa

Categoria(s): Cuidados higiênicos, Cuidados preventivos


Como trocar a bolsa de colostomia?

  • O material para troca do sistema duas peças tem: placa adesiva; bolsa coletora; pinça para fechar a bolsa; medidor do estoma; tesoura com ponta arredondada; água e sabão; gazes ou pano macio. O material para troca de bolsa de urostomia é semelhante, à exceção da bolsa que possui uma válvula para drenagem. Os passos para troca da bolsa são os mesmos.
  • Troca passo-a-passo
  • Retire delicadamente a placa no banho ou com a ajuda de um pano umedecido.
    • Limpe a pele ao redor do estoma. Seque bem a pele.
    • Utilize o medidor de estomas para saber o tamanho exato do seu estoma.
    • Desenhe o molde do estoma no verso da placa: não deixe a abertura da placa muito maior que o estoma, o ideal é manter de dois a três milímetros de pele descoberta ao redor do estoma.
    • Recorte a placa.
    • Retire o papel do verso da placa.
    • Coloque a placa sobre a pele realizando movimentos circulares para facilitar a fixação da placa.
    • Coloque a parte inferior do aro da bolsa em contato com a parte inferior da placa.
    • Dobre abertura da bolsa ao redor da pinça de fechamento. Feche a pinça

O que observar na colostomia quando trocar a bolsa de colostomia

  • Durante a troca da bolsa deve-se observar uma das seguintes alterações:
    • Sangramento excessivo.
    • Cianose (cor roxa) do estoma – indica redução da circulação sangüínea do estoma.
    • Irritação da pele ao redor do estoma.
    • Redução excessiva no tamanho do estoma.
    • Presença de pus.
  • Caso ocorra alguma dessas anormalidades procure o médico ou a enfermeira estomaterapeuta.

Quais materiais auxiliam na troca da bolsa de colostomia?

  • Há materiais que são chamados acessórios que não são essenciais para a troca do equipamento, mas podem facilitar a utilização da bolsa e melhorar a qualidade de vida. São eles: Protetor cutâneo; cápsulas de polímeros de acrílio, sistema oclusor de colostomia e sistema de irrigação para colostomia.

Tags: ,


Veja Também:

Comments (2)     Envio por Email Envio por Email


Colostomia – Como cuidar da bolsa de colostomia?

Categoria(s): Distúrbios digestivos, Tratamento cirúrgico


Esclarecimentos

Para os colostomizados a reclusão em casa, longe do convívio com pessoas conhecidas e familiares é a principal razão para a depressão e o rápido declínio cognitivo. Para uma boa adaptação física, mental, emocional, psicológica, social e profissional é imprescindível que o paciente esteja bem informado e conte com o apoio dos seus familiares e amigos. Sobretudo receba a ajuda de profissionais de saúde especializados, chamados de estomaterapeutas. Os estomaterapeutas são profissionais da área de enfermagem com especialização reconhecida em escola superior.

Veja informações sobre os cursos de estomaterapeutas no site da Associação Brasileira de Estomoterapia – http://www.sobest.org.br/ [on line]

Como cuidar da bolsa de colostomia?

  • A bolsa de colostomia deve ser preparada para o uso medindo-se o orifício da colostomia e recortando a “boca” da bolsa no tamanho ideal. Deve-se sempre utilizar o dispositivo indicado, nunca proceder adaptações. O dispositivo deve ser bem fixado impedindo o contato das fezes com a pele ao redor do estoma, evitando-se assim dermatite.

Como conseguir uma vedação segura?

  • A vedação segura é conseguida deixando-se, no mínimo, dois centímetros de resina sintética entre o estoma e a flange.

Quantas vezes devemos trocar a bolsa?

Nas colostomias, o sistema deve ser trocado a cada quatro ou cinco dias. Nas ileostomias e urostomias o sistema deve ser trocado a cada dois ou três dias. O sistema deve ser trocado antes deste período quando apresentar vazamentos.

Quando devemos trocar o dispositivo?

  • A troca do dispositivo deverá ser efetuada quando ocorrer infiltração do conteúdo. Deve-se evitar as trocas desnecessárias; geralmente o sistema de duas peças tem duração de até sete dias, e o sistema de uma peça três dias.

Quando esvaziar a bolsa?

  • A bolsa deve ser esvaziada sempre que o contéudo atingir um terço de sua capacidade. Isto evita o peso excessivo da bolsa e reduz o risco de descolamento da placa.

Tags: , ,


Veja Também:

Comments (1)     Envio por Email Envio por Email