Suplemento Alimentar – BENEFÍCIOS DO MAGNÉSIO

Categoria(s): Alimentos funcionais, Atuação Preventiva, Cuidados alimentares


Suplemento Alimentar – BENEFÍCIOS DO MAGNÉSIO

 

O magnésio tem inumeráveis propriedades que o convertem em um componente essencial para o organismo.

Envelhecimento– o magnésio é essencial para a absorção de cálcio e vitamina C, bem como para auxilia no metabolismo do fósforo, sódio e potássio. A deficiência acelera o envelhecimento das células.

Diabetes – o magnésio converte glicose do sangue em energia. Sua deficiência está relacionada ao aumento da resistência periférica à ação da insulina, o que compromete o metabolismo da glicose.

Doenças Cardiovasculares – para gerar sinais elétricos, as células precisam de minerais como fósforo, cálcio, potássio e magnésio. A deficiência de um deles aumenta o risco dos batimentos ficarem irregulares.

Pressão Arterial – atua inibindo a agregação plaquetária e promovendo relaxamento dos vasos sanguíneos, o que facilita o controle da pressão arterial.

Contração Muscular – o magnésio age junto com o cálcio para manter o bom funcionamento dos músculos (o cálcio estimula a contração e o magnésio relaxa), tanto os músculos esqueléticos como os lisos, em todas as partes do nosso corpo.

Formação Óssea – essencial para o crescimento e bom desenvolvimento ósseo, a deficiência deste nutriente é encontrada com frequência em indivíduos com osteoporose.

Atividade de Enzimas e Cátions – o magnésio é necessário para o funcionamento de enzimas essenciais (todas as que necessitam da vitamina B1), contribui para o equilíbrio do cálcio, potássio e sódio, auxiliando no funcionamento celular.

Desempenho Neuronal – auxilia na transmissão dos impulsos nervosos, melhorando o desempenho e vitalidade do cérebro. Previne a falta de memória e o declínio cognitivo, causados pela idade.

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Infarto do miocárdio – O que é?

Categoria(s): Distúrbios cardiocirculatórios, Distúrbios Inflamatórios


Dicionário

 

infartoMuitas pessoas afirmam que o coração não dói. Isso não é verdade e a dor do infarto é uma das piores que existe. Sempre que uma pessoa se queixar de uma dor forte no peito, no queixo ou “na boca do estômago”, e que surge espontaneamente ou após alguns esforços além do normal, deve se pensar em infarto. Trinta por cento das pessoas com infarto morrem nas primeiras horas após o início da dor, muitas vezes sem conseguir um atendimento médico especializado.

O infarto do miocárdio surge de forma aguda, porém a doença que causa a obstrução do vaso sanguíneo (artéria coronária) que nutre o músculo cardíaco evolue em um longo período de tempo. Existem várias doenças que podem causar a obstrução da artéria coronária, sendo a mais comum a doença aterosclerótica, através de placas ateroscleróticas. porém devemos lembrar o espasmo coronário em coronárias limpas, embolias coronárias, arterites, traumatismos e ponte do miocárdio.

A doença aterosclerótica surge do depósito de gordura (HDL-coleterol) na parede das artérias coronárias, aumentando a sua espessura e diminuindo a luz do vaso por onde passa o sangue. Com a irregularidade da parede da artéria (imagem amarela da figura) e a diminuição da  luz do vaso, o fluxo sanguíneo na região fica lento e pode ocorrer a formação de coágulo (trombose arterial) que impede a circulação de sangue e o tecido miocárdico fica isquêmico causando o infarto na região irrigada pela artéria, com ilustra a imagem.

Animação – Heartpoint [on line]

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comments (2)     Envio por Email Envio por Email


Infarto do miocárdio – Quais os sintomas?

Categoria(s): Distúrbios cardiocirculatórios, Emergências


Sintomas

O quadro clássico é de dor em aperto ou queimação na região do peito (pré-cordio) ou abaixo do osso esterno, com irradiação pra a face interna do braço esquerdo até a ponta dos dedos, ou para região superior do abdome, ou região do pescoço ou queixo. Essa dor geralmente vem acompanhada de palidez, sudorese fria, náuseas, vômitos e diarréia. Por ser uma sensação angustiante, o paciente tem a impressão de morte iminente. No exame físico sobressai a sensação psicológica, com face de sofrimento, palidez cutânea, extremidades frias, sudorese, taquicardia.

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 612345...Last »