Coagulação intravascular disseminda (CIVD) – O que é?

Categoria(s): Câncer, Distúrbios hematológicos, Emergências, Infectologia


Dicionário

A coagulação intravascular disseminada (CIVD) é um quadro emergencial de extrema gravidade caracterizada por sangramento difuso resultante do consumo e conseqüente depleção dos fatores da coagulação e plaquetas.

Coagulação e fibrinólise – Dentro dos vasos sanguíneos o nosso sangue é líquido e flui livremente. Quando ocorre algum corte e o sangue começa a sair do vaso imediatamente é ativado um sistema que solidifica o sangue e impede que ocorra uma hemorragia grave, este é o chamado sistema de coagulação. Para que o coagulo não fique muito grande, resultando em um trombo, que impede a circulação do sangue, ocorre a ativação do sistema fibrinolítico, que dissolve a fibrina (fibrinólise) e desfaz o coagulo. Durante todo o tempo os dois sistemas ficam ativados e desativados deixando o sangue líquido.

Durante a fase de maior ativação da coagulação o sistema fibrinolítico está, em geral, inativado, o que contribui para a deposição de fibrina. Porém, em algumas situações (por exemplo, na leucemia promielocítica aguda, na menigococcemia, na febre purpúrica brasileira) a fibrinólise pode estar acelerada, contribuindo, assim, para quadros de sangramento grave. A deposição de fibrina pode levar à oclusão dos vasos e conseqüente comprometimento da irrigação sangüínea de diversos órgãos, o que, em conjunto com alterações metabólicas e hemodinâmicas, contribui para a falência de múltiplos órgãos. O É importante ressaltar que a CIVD é sempre secundária a uma doença de base e a identificação e tratamento da condição predisponente são fundamentais para a resolução da síndrome. Apesar de ter sido extensivamente estudada nas últimas décadas, muitos aspectos da CIVD, particularmente aqueles relacionados à sua definição, diagnóstico e tratamento, são ainda motivo de extensos debates.

Tags: , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email