Menopausa – Qual o efeito sobre o cérebro?

Categoria(s): Distúrbios neurológicos


Efeito sobre o sistema nervoso central

Como na menopausa ocorre um declínio abrupto na produção ovariana de estrogênio a mulher perde os efeitos positivos deste hormônio na homeostase cerebral pela preservação da plasticidade e trofismo em diversas populações de neurônios dos sistemas nervoso central, particularmente dos neurônios responsáveis pela transmissão de informações relacionadas à memória e raciocínio. O estrogênio exerce o efeito protetor direto na sobrevivência dos neurônios através de mecanismos de neuroproteção.

Efeito terapêutico – Evidências clínicas e experimentais sugerem a função terapêutica do estrógeno sobre os neurônios após uma lesão ou doença, pelo aprimoramento das propriedades regenerativas dos neurônios motores. O estrógeno promove a secreção dos fatores intrínsecos de regeneração, a manutenção da viabilidade neuronal e a estimulação do crescimento rápido de axônios. Assim, deve sempre pensar em utilizar a terapia de reposição hormonal (TRH) nos casos de doença de Alzheimer, salvo contra indicações formais, como câncer de mama.

Tags: ,


Veja Também:

Comments (4)     Envio por Email Envio por Email


Osteoporose – O que é?

Categoria(s): Dicionário, Distúrbios metabólicos, Distúrbios osteoarticulares


Dicionário

osteo


Colaboradora : Priscila Struckel Miguel

A osteoporose ocorre, geralmente, como resultado do processo anormal na remodelação óssea, por vários motivos, nas mulheres, destacando-se, a pós-menopausa (diminuição da função ovariana e deficiência do estrogênio) e o envelhecimento, quando aumenta o grau de destruição e diminui o de formação, ocasionando o adelgaçamento dos ossos, tornando-os quebradiços.

Esta doença atinge um quarto das mulheres do mundo e é responsável por 60 a 70% das fraturas de que são vítimas depois dos 60 anos. A osteoporose e as suas conseqüentes fraturas contribuem para a péssima qualidade de vida das idosas.

Remodelação óssea –  A remodelação óssea é um dos processos mais interessante no corpo humano , funciona como se tivessemos uma parede com uma parte envelhecida e sem reboco, neste ponto entra os pedreiros de remoção da área estragada (osteoclastos) e em seguida os pedreiros com material novo (osteoblastos) deixando a parede nova e integra. Os osteoclastos secretam ácido clorídrico e enzimas proteolíticas para remover o osso envelhecido e, os osteoblastos, então, fazem a deposição de nova matriz óssea. Todo esse processo dura de 5 a 10 dias. Uma vez formada a matriz estrutural básica, ocorre o processo de mineralização, que é mais lento.

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Osteoporose – Quais os sintomas?

Categoria(s): Distúrbios osteoarticulares


Sintomatologia

A pessoa, geralmente mulher branca na fase pós-menopausa, sente uma dor crônica bem localizada (nociceptiva), principalmente na bacia e coluna vertebral. Esta dor, incialmente de fraca intensidade, progride lenta e insidiosamente e irradia ponto a ponto da coluna. Apresenta caráter em peso, piora com o caminhar, com a posição ortostática e melhora com o repouso, chamada dor em ritmo mecânico. Este tipo de dor também ocorre na osteoartrite de coluna vertebral e na fibromialgia. Outros sintomas da osteoporose além das dores são, perda de altura corporal, arredondamento dos ombros e postura encurvada ou “corcunda”.

Os fenômenos dolorosos da coluna vertebral – Acredita-se que a dor da osteoporose resulte de alterações biomecânicas da coluna vertebral. Com o encunhamento anterior de alguns corpos vertebrais (decorrente de microfraturas do trabeculado ósseo), ocorre a cifose de raio de longa curvatura. Assim, os ligamentos vertebrais anteriores da coluna ficam frouxos, enquanto os ligamentos vertebrais posteriores ficam distendidos. Por se tratar de estruturas ricamente inervadas e vascularizadas ativam, através dessa distenção, os receptores nervosos da dor (nociceptivos) causando as dores crônicas. Esse fato explica as vantagens dos medicamentos antiinflamatórios, no combate a dor, e a pouca eficácia dos analgésicos.

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 1012345...10...Last »