Síndrome do túnel do tarso – O que é?

Categoria(s): Distúrbios Inflamatórios, Distúrbios neurológicos, Distúrbios osteoarticulares


Dicionário

Nervo tibial

Síndrome do túnel do tarso
É a compressão do nervo tibial. Mais freqüente em mulheres, pode ser desencadeada por traumas, fraturas, deformidade em valgo do pé, hipermobilidade, fatores ocupacionais e sinovite.

Sintomas – Dor tipo queimação, parestesia dos dedos e planta proximal ao maléolo medial que piora à noite e melhora com os movimentos da perna, pé e tornozelo são os sintomas.

Tratamento – O tratamento é feito com antiinflamatórios não hormonais (AINHs), correção de sapatos, infiltração com corticosteróides e, em casos refratários, cirurgia descompressiva.

Síndrome do túnel do tarso anterior
Ocorre quando há compressão do nervo peroneal profundo, localizado no dorso do pé e que pode ser desencadeada pelo uso de sapatos inadequados, salto alto, contusão no dorso do pé, fratura do metatarso, osteofitose tavicular e gânglios.

Sintomas – Os sintomas são: parestesia no dorso do pé, sensação de aperto na face anterior do tornozelo, pior à noite, ou quando fica-se de pé por tempo prolongado. Ao exame, pode-se encontrar hiperestesia e hiperalgesia no primeiro túnel dorsal e sinal de Tinnel positivo (percussão anterior e superior ao maléolo medial).

Diagnóstico – O sinal de Tinnel é positivo (percussão posterior ao maléolo medial) e a eletroneuromiografia (ENMG) pode ser útil na confirmação do diagnóstico, que também pode ser confirmado por eletroneuromiografia.

Tratamento – O tratamento é conservador, com antiinflamatórios não hormonais (AINHs), correção de sapatos, infiltração com corticosteróides e, em casos refratários, cirurgia descompressiva.

Tags: ,


Veja Também: