Tosse – Quais as causas?

Categoria(s): Distúrbios respiratórios


Causas de tosse

Etiologias

Existem inúmeras causas de tosse crônica e o tratamento depende do diagnóstico da etiologia causadora da tosse.

  1. Viral – Influenza, sarampo, pneumonia intersticial, refriado comum
  2. Bacteriana – Pneumonia, tuberculose, pertussis
  3. Fúngica – Coccidiomicose, histoplasmose
  4. Parasitária – Ascaridíase, esquistossomose
  5. Alérgica – Asma, rinite alérgica, pneumonia por hipersensibilidade
  6. Poluição – Tabagismo, gases nocivos, pneumoconiose
  7. Digestivo – Refluxo gastroesofágico, aspiração
  8. Neoplásica – Carcinoma de pulmão, metástase, linfoma
  9. Cardiovascular – Insuficiência cardíaca congetiva, vasculite pulmonar, tromboembolismo pulmonar, infarto pulmonar, hipertensão pulmonar primária
  10. Psicogênica – Hábito de tossir

Existem inúmeras causas de tosse crônica e o tratamento depende do diagnóstico da etiologia causadora da tosse.

Tags: , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Hipercalcemia – O que é?

Categoria(s): Câncer, Distúrbios endócrinos, Distúrbios metabólicos


Dicionário

Outras causas de hipercalcemia – aumento do íon cálcio na sangue.

A hipercalcemia ocorre mais nos tumores sólidos, principalmente os tumores escamosos de qualquer origem, carcinoma celular renal e carcinoma de mama. A causa da hipercalcemia é a secreção humoral de proteina relacionada ao hormônio paratireoidiano (PTHrP), e a síndrome clínica imita quimicamente o hiperparatireoidismo, exceto que o PTH sérico é suprimido. A hipercalcemia tem início súbito e muitas vezes grave, e a neoplasia associada é óbvia. Em geral é desnecessário medir os valores séricos do PTHrP para confirmar o diagnóstico; uma medida do PTH basta para descartar hiperparatireoidismo primário.

A hipercalcemia encontrada nos casos de mieloma múltiplo é causada pela ativação direta da reabsorção óssea pelas citocinas secretadas pelas células do mieloma na medula óssea.

Os linfomas podem causar hipercalcemia por um mecanismo osteolítico local similar ao do mieloma múltiplo ou pela conversão da vitamina D para 1,25-diidroxi vitamina D.

Além do hiperparatireoidismo primário, causado por adenoma de paratireóide, hiperplasia da paratireóide, carcinoma da paratireóide, podemos ter hipercalcemia em diversas situações como as relacionada abaixo:

Sarcoidose, tuberculose, histoplasmose, lepra, coccidiomicose.

hipervitaminose D, hipervitaminose A, excesso de lítio, diuréticos tiazidicos, antiácidos contendo cálcio.

Tireotoxicose, insuficiência adrenal, imobilização, rabdomiólise com insuficiência renal aguda.

Referência:

Bilezikian JP – Management of acute hipercalcemia. N Engl J Med 1992;326:1196-203.

Tags: , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Pericardite – O que é?

Categoria(s): Distúrbios cardiocirculatórios, Distúrbios Inflamatórios, Infectologia


O pericárdio é estrutura fibrosa constituída de uma dupla membrana que envolve o coração, como se fosse um “saco plástico”. A camada externa, pericárdio parietal, e constituído por uma camada densa de feixes colagenos. A camada interna e formada por uma membrana serosa, pericárdio visceral. Entre estas duas camadas existe uma cavidade virtual, a cavidade do pericárdio, com uma quantidade de líquido apenas o suficiente para umedece-las. O pericárdio ajuda o coração a ocupar a posição funcional ideal, protegendo os pulmões do traumatismo causado pelos batimentos cardíacos.

A pericardite é a inflamação que envolve estas estruturas que envolve o coração. Sua causa, geralmente é secundária a distúrbios próximo, no próprio coração, mas as vezes são produzidos por distúrbios em orgãos distantes. A pericardite primária é rara e quase sempre de origem viral.

As diversas etiologias geralmente provocam pericardite aguda, sendo representante da pericardite crônica a formas fúngicas e a tuberculose.

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Envio por Email Envio por Email


Page 1 of 512345